Palestra vai brigar para usar 1º de Maio

Para não correr o risco de ter jogos interrompidos e cancelados em razão da chuva ou ter o campo sintético como rival durante o Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o Palestra pretende deixar de lado o Estádio Baetão e utilizar o 1º de Maio. Pelo menos essa é a expectativa do presidente do clube, Fábio Cassettari.

"Esperamos jogar no 1º de Maio. Pelo que vimos na Copa (São Paulo de Futebol Júnior) e vivemos no ano passado, para fazer competições profissionais o Baetão ainda tem problemas e não queremos correr o risco", disse o dirigente, que adiantou qual será o primeiro passo para a mudança: "Vamos procurar o Ferrarezi (Luiz Carlos, secretário de Esporte e Lazer de São Bernardo) para discutir o uso racional do 1º de Maio. Não tem por que não utilizarmos", emendou.

Uma hipótese para que o pedido do time palestrino fosse negado seria o aproveitamento do local pelo São Bernardo FC durante a Série A-2 do Paulista. No entanto, Cassettari trata de descartá-la. "Historicamente o 1º de Maio sempre foi utilizado por mais de um time e nunca prejudicou o gramado", justificou o dirigente, lembrando isso aconteceu até 2007, ano que antecedeu a licença tirada pelo Palestra

Fonte: Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial