Santo André dá show e goleia o Rio Branco

Com atuação incontestável, o Santo André mostrou por que é uma das forças do Interior. A goleada por 4 a 1 sobre o Rio Branco, ontem à noite, no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d''Oeste, recolocou a equipe na briga por uma vaga no G-4 e devolveu a confiança após ter perdido a invencibilidade para o Santos, no meio de semana.

Agora, o Ramalhão é o quinto, com 12 pontos, dois a menos do que o Corinthians, quarto colocado. Já o Rio Branco é o 18º, com quatro.

Os primeiros movimentos davam indícios de um duelo com bastante intensidade. Com time mais técnico, o Santo André conseguia se impor em campo, mas do outro lado encarava um adversário desesperado e disposto a deixar as últimas colocações.

Alê, aos 13, em chute longo, obrigou o goleiro Guilherme, do Rio Branco, a fazer grande defesa. Na sequência, aos 15, Bruno César abriu o placar para o Santo André. O meia recebeu na entrada da área, tirou o zagueiro e mandou no canto direito: 1 a 0.

Apesar da superioridade, o Ramalhão confundia pressa com velocidade. Assim que retomava a bola, a equipe insistia em passes longos que não surtiam efeito. Do outro lado, o Rio Branco passou a se fechar e explorar os espaços deixados com as investidas andreenses.

O gol de empate dos mandantes por pouco não saiu aos 20, em falha de Júlio César. Após cruzamento, o goleiro saiu desajeitado e a bola sobrou para Vinícius que concluiu para o gol, mas o goleiro, de forma surpreendente, se recuperou no lance e fez grande defesa.

Mesmo pior na partida, o Tigre de Americana conseguiu o empate. Aos 29, em contra-ataque, o meia Serginho foi lançado na direita e chutou forte, cruzado, sem chances de defesa para Júlio César: 1 a 1.

Tentando dar mais cadência à equipe, no intervalo o técnico Sérgio Soares sacou Pio e colocou Ricardo Goulart.

A mudança deu certo e o Santo André partiu com tudo para retomar a liderança do placar. Ricardo Goulart, aos dois, passou perto ao chutar à direita. E, aos sete, Bruno Morais, não perdoou. Após cruzamento, cabeceou para vencer o goleiro Guilherme: 2 a 1.

Com a vantagem, o Ramalhão se soltou. Com facilidade, a equipe chegava como queria no ataque e o terceiro gol era questão de tempo. E não demorou. Aos 18, Bruno Morais deu lindo cruzamento para Rodriguinho marcar seu quarto gol consecutivo na competição.

Os 3 a 1 no placar acabaram com qualquer ameaça do Rio Branco, que se entregou.
Melhor para o Santo André que buscava o quarto gol. Depois de desperdiçar boas oportunidades, o Ramalhão ampliou aos 38. Rafael Silva deu bom passe para Gil fuzilar o goleiro Guilherme, marcar o quarto e definir a partida.


Vitória devolve tranquilidade ao Ramalhão

A goleada sobre o Rio Branco, por 4 a 1, fora de casa, deixou a sensação de dever cumprido no vestiário do Santo André. Depois do primeiro tropeço no Campeonato Paulista, diante do Santos (2 a 1), na quinta-feira, o time conseguiu se reerguer e fez uma de suas melhores apresentações na competição.

O técnico Sérgio Soares mostrou-se bastante satisfeito com a produção da equipe no Interior. "Fizemos um grande jogo, onde pudemos aproveitar as chances criadas com mais eficiência, o que faltou contra o Santos. O time esteve bem durante toda a partida e fomos merecedores da vitória", analisou o treinador.

Depois de ir para o intervalo com o jogo empatado por 1 a 1, o Santo André teve mais tranquilidade na etapa final e conseguiu deslanchar no placar. "A ansiedade atrapalhou um pouco no começo. O time queria vencer de qualquer forma, mas depois do intervalo conseguimos colocar a bola no chão, ter tranquilidade e traduzir o nosso melhor futebol em gols. Isso foi determinante para a vitória", ressaltou.

Para o próximo compromisso diante do Mirassol, sexta-feira, às 19h30, no Estádio Bruno Daniel, o treinador espera marcação ainda mais dura. "Com nossos resultados cada vez mais os adversários estarão de olho e tentarão neutralizar as jogadas. Temos de entrar atentos para conseguir mais uma vitória", aconselhou Sérgio Soares.

O atacante Rodriguinho, que marcou o terceiro gol do jogo e o quarto consecutivo na competição depois que assumiu a titularidade, era só alegria na saída do gramado. "Entramos concentrados e sabendo o que precisaríamos fazer. Graças a Deus nosso trabalho tem surtido resultado e estamos encostando no G-4", comemorou o jogador.

Fonte: www.ramalhonautas.com.br

Anderson Fattori
Especial para o Diário
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial