Tigre empata com PAEC e se mantém na vice-liderança

Time da Região ficou no 2 a 2 na tarde desta quarta-feira na rua Javari, na Mooca

Em um jogo cheio de emoções e alternativas, o São Bernardo Futebol Clube ficou no empate em 2 a 2 com o Pão de Açúcar na tarde desta quarta-feira (07/04), no estádio da rua Javari, na Mooca. Com o resultado, o Tigre chegou à vice-liderança da chave três da fase decisiva da Série A2 do Campeonato Paulista com quatro pontos. O PAEC tem o mesmo número de pontos, mas fica com a ponta por ter um saldo de gols superior (dois contra um).
Os dois times voltam a campo no sábado (10/04). O clube do ABCD enfrenta a União Barbarense, às 19h, no estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara D’Oeste. Já o Pão de Açúcar pega o Linense, às 15h, novamente em casa.
Jogo – Apesar de atuar fora do Primeiro de Maio, o São Bernardo sentiu-se em casa na tarde desta quarta. Cerca de 500 torcedores lotaram o setor da rua Javari destinado aos seguidores do Tigre. A torcida adversária, por sua vez, ocupa somente algumas cadeiras do espaço coberto.
Com isto, a equipe da Região partiu para cima do Pão de Açúcar e logo aos 10 minutos abriu o marcador com Luciano Bebê, que recebeu passe do lado esquerdo da área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Cairo.
O domínio bernardense continuava, mas o time comandado por Ruy Scarpino falhava nas finalizações. O PAEC só assustou aos 32 minutos, quando Valdo cobrou falta, a bola explodiu na barreira e Marcelo Bonan se atrapalhou na saída do gol. Por sorte, Melika estava na área pequena para afastar o perigo.
Em seguida, o São Bernardo respondeu com Danielzinho, que tabelou com Ney Mineiro, ficou de frente para o gol, mas chutou para a intervenção de Cairo.
Quando a partida já se encaminhava para o intervalo, o Tigre levou uma ducha de água fria. O atacante Caihame girou na entrada da área e chutou forte no ângulo esquerdo de Bonan para igualar o marcador.
O time do ABCD voltou para a etapa complementar sem Danielzinho, que sentiu uma lesão. No lugar dele, Scarpino optou por Raul, que logo aos dois minutos avançou pela direita, mas finalizou fraco para o gol.
Depois disto, a pressão passou a ser dos donos da casa. O Tigre respondia nos contra-golpes puxados por Leandro Gobatto, Luciano Bebê e Nenê. Em um deles, aos sete minutos, o lateral-esquerdo cruzou, mas Ney Mineiro falhou na conclusão. Aos nove, Nenê bateu falta da direita e Júnior, livre de marcação, cabeceou para fora.
Aos 22, veio o castigo. O ala Valdo cobrou infração da direita, a bola atravessou toda a área sem que ninguém a tocasse e morreu no fundo da meta de Marcelo Bonan.
Sem alternativas, o técnico bernardense tirou os laterais Chiquinho e Leandro Gobatto para as entradas do atacante Nena e do meia Dewide. A ousadia deu certo. Aos 40 minutos, Nenê cruzou na área e Nena escorou. Ney Mineiro dividiu com a zaga e bateu cruzado, na pequena área, para empatar o duelo.
A festa do São Bernardo, no entanto, virou apreensão no minuto seguinte, quando o árbitro Guilherme Cereta assinalou pênalti inexistente de Júnior em Rafael Martins. No lance, o juiz ainda expulsou o defensor. Na cobrança, porém, a sorte prevaleceu e Sérgio Lobo chutou na trave direita de Bonan, que caiu para o outro lado.
Análise – O empate fora de casa foi satisfatório para o técnico Ruy Scarpino, que enfatizou as dificuldades da partida. “Foi um primeiro tempo em que poderíamos ter definido o jogo, ter feito mais um ou dois gols. No segundo, ficou tudo muito aberto e o resultado de empate acabou sendo como uma vitória”, ressaltou o treinador.
O único ponto negativo do confronto ocorreu pouco antes do apito final, quando um torcedor invadiu o gramado e causou certo tumulto. A polícia interviu e retirou o rapaz de campo para que o duelo pudesse continuar.
FICHA TÉCNICA: PAEC x SÃO BERNARDO
São Bernardo
Marcelo Bonan; Melika, Júnior e Bruno Alves; Chiquinho (Nena), Dirceu, Luciano Bebê, Nenê e Leandro Gobatto (Dewide); Ney Mineiro e Danielzinho (Raul). Técnico: Ruy Scarpino.
PAEC
Cairo; Mineiro (Bruno Peres), Max Sandro, Héverton e Valdo; Alan, Marcelo (Dhiego Souza), Paulo Roberto e Juca; Sérgio Lobo e Cahiame (Rafael Martins). Técnico: Sergio Roberto.
Local: Estádio Conde Rodolfo Crespi (rua Javari).
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima.
Público: 693 torcedores.
Renda: R$ 6.360.
Gols: Luciano Bebê aos 10 minutos do primeiro tempo e Ney Mineiro aos 40 do segundo (São Bernardo); Cahiame aos 46 do primeiro tempo e Valdo aos 23 do segundo (PAEC).

Por: Walter Fernandes    Foto: Luciano Vicioni

Fonte: www.abcdmaior.com.br





 
















 
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial