Palestra perde Clássico Batateiro em duelo cheio de emoções

Após dez anos o clássico batateiro entre Palestra e EC. São Bernardo voltou neste domingo


Rivalidade, tradição, liderança do grupo, tabu... Muitas situações estavam em jogo no duelo entre Palestra de São Bernardo e EC São Bernardo nesta manhã ensolarada de domingo (06) no bucólico Baetão. Estádio que se remeteu aos velhos tempos quando Clássico Batateiro ocorria constantemente com as duas equipes em grande performance. Foi uma uma parte da cultura de São Bernardo do Campo voltou à tona, no jogo válido pela 6° rodada do Campeonato Paulista Série B.




Em 20 confrontos entre as equipes em campeonatos profissionais o número de vitórias que era favorável ao Dogão aora está empatado entre as agremiações, seis a seis. São 8 empates. O último duelo havia sido em 2000 (4x1 Palestra) e a última vitória bernardina ocorrido em 1998.



A partida não acontecia há dez anos e as torcidas estavam inflamadas para acompanhar a partida. No final, São Bernardo venceu por 2x1, acabou com a invencibilidade do Alviverde Batateiro de cinco jogos e voltou a ganhar do seu rival após 12 anos. Cerca de 800 pessoas acompanharam o jogo.

 

A partida foi equilibrada, as duas equipes jogaram pra frente e não tiveram medo na parte defensiva que ficou exposta em ambos os lados. Os contra-ataques rápidos deram muitas chances claras de gols, os dois goleiros tiveram muito trabalho e se destacaram. Mais foi a bola parada e a individualidade que decidiu o clássico.



No primeiro tempo o Alvinegro abriu o placar com uma cobrança de falta perfeita da entrada da área. No segundo tempo uma infelicidade do zagueiro Felipão, bola alta na área o camisa três estava sozinho e foi recuar de cabeça para o goleiro Felipe Silva que saiu do gol para pegar a bola e acabou encoberto pelo recuo errado do zagueiro. No jogo passado contra a equipe do Jabaquara, Felipão garantiu o três pontos aos quarenta e quatro minutos do segundo tempo com um gol de rebote. Após os 2x0 o Palestra foi com tudo pra cima do Bernô, escanteio pela direita, André cobrou bem e o volante Mizael desviou de cabeça, a bola bateu na trave e entrou no limite da linha, os jogadores do alvinegro reclamaram bastante do lance mais o árbrito validou o gol. O alviverde continuou pressionando mais não teve sucesso, a vitória ficou com EC São Bernardo que fez muita festa após o jogo.



O EC São Bernardo reassumiu a liderança do grupo com onze pontos, o Palestra é o segundo com nove. Para o clube alviverde ficou o bom desempenho dos atletas de frente que substituiriam os titulares Igor Feijão e Assunção expulsos na ultima partida, além do zagueiro Roberto que ficou suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com a suspensão de Roberto o técnico Lilló abriu mão de jogar com três zagueiros e colocou três atacantes rápidos, Aloísio, André e Alessandro, ambos fizeram um bom papel dentro de campo e criaram dificuldades para a zaga adversária. André organizou bem o jogo no meio de campo, Aloísio deitou e rolou no time Alvinegro e, Alessandro de dezesseis anos que fez seu primeiro jogo na carreira como profissional, ele não se intimidou e foi um dos destaques do time pela sua força, habilidade e rapidez, quase marcou por duas vezes.



Agora o Palestra São Bernardo pega o Taboão da Serra fora de casa as onze da manha do próximo sábado (12). Já o EC São Bernardo joga novamente no Baetão no domingo (13) contra a equipe do Nacional.



No intervalo, em uma cena rara de se ver nos dias de hoje, as duas torcidas uniformizadas se cumprimentaram e se abraçaram em um gesto de cordialidade e amizade. Tudo como um clássico deve ser.



Assessoria de Imprensa Palestra de São Bernardo

Leandro Giudici

Colaboração de Renan Quintanilia

8981.5442

9596.1087
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial