Hóquei dá primeiros passos na Região

Modalidade ganha adeptos e terá o Palestra de São Bernardo como representante da Região no Brasileiro

Uma rápida espiada em um site da internet fez com que Fernando Miyazaki tivesse despertado o interesse por uma modalidade pouco praticada e reconhecida no Brasil: o
hóquei. As informações colhidas na rede mundial foram suficientes para que o rapaz começasse a praticar o esporte em janeiro do ano passado. “Conversei com o pessoal da faculdade e compramos os primeiros equipamentos para jogar”, conta.
A inocente iniciativa foi a semente para o nascimento do time de hóquei sobre grama do Palestra de São Bernardo. Nesta temporada, a equipe já disputará pela primeira vez os campeonatos Paulista e Brasileiro. O torneio nacional, inclusive, está marcado para começar no dia 19 de março e segue até outubro, no Rio de Janeiro. A estreia será contra o Deodoro/CSSV. Além do rival, também disputam a competição o Florianópolis, atual campeão, Carioca, Matias, Germânia, Desterro e Macau.
O elenco atual tem 10 atletas da Região e outros seis ‘importados’. “Contamos com alguns reforços do Rio, entre eles um jogador alemão”, avisa Miyazaki, que atua como lateral-esquerdo e volante.
O clube alviverde ainda discute com a Prefeitura de São Bernardo uma parceria para ajudar a divulgar o esporte no município. “Estiveram conversando comigo no ano passado e vamos voltar a nos falar sobre o assunto, mas ainda não há nada certo. Pedi para montarem um projeto para conhecermos um pouco mais das necessidades”, destaca o secretário de Esportes, José Luis Ferrarezi.
A principal dificuldade para a implantação do projeto seria a disponibilidade de espaços. Mesmo assim, a ideia teria agradado a administração municipal. “Não temos espaços adequados para o hóquei, mas temos interesse por se tratar de uma modalidade olímpica”, revela o responsável pela Pasta.
Exceto pelo uso de um taco e pelo tamanho da bola, a modalidade apresenta semelhanças com o futebol. Além de ser jogado em um campo com dimensões parecidas com as do espaço reservado para a prática do esporte bretão, o objetivo do hóquei é o mesmo: marcar mais gols que o adversário. As posições em campo e as funções de cada integrante do time são praticamente as mesmas. “Só que hoje só se joga o hóquei em campo sintético para que a bola corra mais rápido”, explica o atleta palestrino.
Aos que pretendem iniciar no esporte uma boa notícia. Os equipamentos não são caros. Um taco simples custa, em média, R$ 50. “Mas vale dizer que também pode encontrar equipamentos muito mais caros”, pondera Miyazaki.

Por: Walter Fernandes  (wfernandes@abcdmaior.com.br)

Foto: Amanda Perobelli

Fonte: www.abcdmaior.com.br
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial