São Bernardo perde para o Medley/Campinas pela Superliga

Campineiros venceram quatro dos últimos cinco jogos disputados

A equipe da Medley/Campinas superou o time do BMG/São Bernardo, na tarde deste sábado (15/01), por 3 sets a 1 (25-21, 24-26, 25-23 e 25-22), em 124 minutos. A partida, realizada no Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), foi válida pela 15ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei, a última do primeiro turno do campeonato.

Nos últimos cinco jogos pela Superliga, a equipe venceu quatro (derrotou Vôlei Futuro, Santo André/Spread, São Caetano/Tamoyo e BMG/São Bernardo - sendo superada apenas pelo Londrina/Sercomtel, fora de casa). Com a vitória de hoje, a equipe campineira foi para 20 pontos na tabela de classificação.

Cerca de 1700 pessoas foram ao ginásio para acompanhar o confronto e ajudaram a arrecadar uma tonelada de alimentos, que serão doados ao Banco Municipal de Alimentos de Campinas.

Para o técnico da Medley/Campinas, Cacá Bizzocchi, o placar foi justo. "Foi uma vitória de toda a equipe. Um resultado muito merecido. Os jogadores que entraram corresponderam e reverteram situações desfavoráveis", disse Cacá, que mesmo com a boa fase da equipe, acredita que o time pode render mais.

"Ainda falta muita coisa para atingirmos o nível que buscamos. Essas duas vitórias seguidas foram dois passos, de vários que temos que dar nessa trajetória", explicou o treinador.

O ganhador do Troféu Viva Vôlei, de melhor jogador da partida, foi o oposto Franco. O atleta disse que saiu aliviado com a vitória. "Estávamos um pouco pressionados para ganhar este jogo, pois o São Bernardo é um adversário direto na briga pelas oito vagas. Precisávamos ganhar e agradeço a todos os meus companheiros, que me ajudaram a conquistar o troféu de melhor em quadra", disse Franco.

Partida - Apesar do primeiro set ter começado equilibrado, o time de São Bernardo do Campo acabou errando muitos saques, facilitando a vida donos da casa. “Chegamos a melhorar nos outros sets nesse fundamento, mas claro que no primeiro influenciou, não podemos deixar isso acontecer mais”, declarou o ponteiro Ygor.

Mais agressivos no set seguinte, os meninos do BMG/São Bernardo empataram o jogo, mas não foi suficiente para virar o jogo. Para o líbero Gian, a ansiedade em definir os pontos contribui para a derrota. “Não tivemos paciência para definir as bolas dos sets, acabamos errando nos detalhes, coisa que não aconteceu no jogo contra o Vôlei Futuro”.

Já para o central Deivid, é preciso a equipe manter o padrão de jogo se não quiser ter surpresas no segundo turno da competição. “Não queria sair daqui com derrota, claro, viemos de um jogo muito bom, mas não conseguimos manter um padrão de jogo e isso fez a diferença. Temos que ter esse padrão de jogo sempre”, concluiu o jogador.


Foto: Wander Roberto/ Photo&Grafia

Fonte: www.abcdmaior.com.br
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial