Santo André espanta má fase e ganha a primeira no Paulista


Time vence Americana no Brunão com gol de Victor Hugo no segundo tempo

Enfim, a vitória. depois de superar o milésimo minuto sem vitória, em 11 jogos, o Santo André ganhou do bom time do Americana por 1 a 0, nesta quarta-feira (09/03), no Estádio Bruno Daniel, e dá sinais – com dez pontos ganhos - de que está muito vivo para fugir da
zona do rebaixamento do Campeonato Paulista. Agora é esperar pelo São Paulo, no final de semana, no Morumbi. Apesar da vitória, o Ramalhão jogou menos do que o empate sem gols contra o Palmeiras. Mas o time teve forças para reagir mesmo com dez jogadores em campo após a expulsão de Aloísio, no segundo tempo.
Quem esperava por um jogo bem agitado e guerreiro no primeiro tempo entre as duas equipes acabou se enganando. Um tinha receio do outro e ninguém revelava um pingo de futebol mais ousado, disposição em busca do gol nos primeiros minutos. A bola foi maltratada nos primeiros 15 minutos.
O time do ABCD entrou em campo medroso, lento nos toques laterais em seu meio de campo, e apenas Rychely mais objetivo, criativo. Às vezes, Iran e Víctor Hugo avançavam mais sem levar maior perigo. Com Rychely, o Ramalhão criou suas duas melhores chances de marcar, a melhor aos 33. Ao contrário, o Americana se doou mais ao setor ofensivo e o goleiro Neneca fez duas grandes defesas aos pés de Fumagalli e Léo Silva, aos 21 e aos 31.
Apesar dos gritos do técnico Sandro Gaúcho, o Ramalhão parecia não querer acordar para a realidade. Aos 40, o time da Região ameaçou o goleiro Jaílson, mas aos 39, Cássio, de cabeça, acertou o travessão na maior chance da equipe do interior. Dos 30 minutos ao final do primeiro tempo, o Santo André era um time perdido, sem saber se “segurava” o jogo para não levar gol ou partia com tudo à ofensiva. Parecia que o 0 a 0 estava bom. 
Time acorda!
No intervalo, o técnico Sandro Gaúcho deu uma bela bronca em seus atletas. Um dos reservas, do Ramalhão, disse que “o bicho pegou...” para uma rádio de Americana. O Santo André realmente voltou mais ativo, meio-campo mais avançado, empurrou o Americana para seu canto defensivo, e assim passou a se encorpar na partida. Pena que, aos 15, Cássio foi expulso após uma falta mais desleal. Com dez jogadores, no entanto, a equipe do ABCD criou coragem. Rychely, aos 18, levou perigo. E aos 20, a equipe andreense fez 1 a 0. Após Marcelo cobrar uma falta, Victor Hugo desviou de cabeça para balançar as redes. Sandro Gaúcho substituiu Magno por Mica e reforçou a marcação. O Americana tentou se reanimar e Fumagalli desperdiçou rebote de Neneca. Aos 45, em levantamento de Chorão, Tiago Gomes tocou – quase caindo – no travessão que impediu o gol de empate.

Ficha Técnica: Santo André 1 x 0 Americana
Local: Estádio Bruno Daniel, em Santo André.
Árbitro: Márcio Roberto Soares. Cartão vermelho: Aloísio (Santo André)
Gol: Victor Hugo (Santo André) aos 20 do 1º tempo.
Santo André: Neneca; Iran , Anderson, Victor Hugo e Denis (Godri); Magno (Mica), Allan e Aloísio; Rychely, Adriano Louzada (Fonseca) e Borebi. Técnico: Sandro Gaúcho.
Americana: Jaílson; Carlos Henrique, Jorge Luiz, Julio César (Chorão) e Magno; Thiago Gomes, Gercimar (Jackson), Léo Silva e Fumagalli; Kássio e Lúcio Flávio. Técnico: Edinho Nazareh.

Por: Edélcio Cândido  (edelcio@abcdmaior.com.br)


Fonte: www.abcdmaior.com.br
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial