METODISTA ESTÁ NA FINAL DO PAULISTÃO

Time bernardense bateu Taubaté por 28 a 15 e garantiu vaga na decisão


O primeiro gol da semifinal do Super Paulistão Adulto Masculino neste sábado (22/10) entre Taubaté e Metodista/São Bernardo demorou a sair. Só aos
três minutos, o time do Vale do Paraíba abriu o placar e, depois de dois minutos, a Metodista fez seu gol.

Taubaté tomou a iniciativa da partida nos dez minutos iniciais e conseguiu uma pequena vantagem de dois gols em um jogo equilibrado. Defesas marcando forte e erros ofensivos dos dois times não deixaram que o placar se ampliasse. Disputando o Pan de Guadalajara pela República Dominicana, o goleiro Michael Oquendo deu lugar ao goleiro Felipe, que assumiu a responsabilidade e fez boas defesas no começo do jogo.

Aos 23 minutos, a Metodista conseguiu o empate quando passou a trabalhar mais a troca de passe. E quando diminuiu os erros nos lançamentos, passou a frente no placar. O primeiro tempo terminou em 8 a 10 para o time do ABCD.

O segundo tempo começou e a Metodista continuou com a reação e aos 15 minutos o placar já estava em 13 a 18. Foi a vez de Taubaté errar seus lançamentos e troca de passes. O técnico Tatá pediu tempo para corrigir os erros de sua equipe, mas não foi suficiente. A Metodista passou a administrar o placar com uma vantagem que de seis gols. Vendo a final mais distante, os atletas do Taubaté ficaram mais nervosos e com dificuldade na hora de finalizar o ataque. “Erramos na finalização. Erramos e ficamos nervosos. Íamos para o ataque, perdíamos e tínhamos que tentar subir mais uma vez para tentar atacar. E o erro vinha de novo. Isso deixou o grupo todo nervoso”, disse Toko.

E assim Metodista vai disputar mais uma final do Super Paulistão. O jogo terminou em 18 a 25. “Pedi para abrir, mas os jogadores não entenderam e centralizaram. O placar aumentou e não conseguimos equilibrar nos minutos finais”, avaliou o técnico de Taubaté Tatá.

O troféu ESPN Melhor do Jogo desta semifinal foi para Pato: “nunca liguei muito pelo prêmio individual, eu me importo mais com o grupo todo. Os gols que fiz foram com eles e pelo clube. O grupo todo que venceu a partida”, disse o atleta. O capitão Diogo Hubner também defendeu a força de toda equipe: “não temos sete titulares, mas sim 17. E o trabalho daqueles que vieram do banco foi fundamental para a transição. Conseguimos defender e contra-atacar”.

Agora o adversário na final da Metodista será Pinheiros ou Hebraica. “Apesar de ter gente nova no clube, eles têm experiência e já participaram de outras finais. Agora vamos mudar o foco e pensar na final”, finalizou SB, técnico da Metodista. A partida será neste domingo, às 18 horas, com transmissão ao vivo da ESPN.

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=35207

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial