Seleção feminina de handebol faz amistoso contra Suécia

No primeiro jogo de handebol das Olimpíadas, equipe verde-amarela vai enfrentar a Croácia
 
A seleção brasileira feminina de handebol está em contagem regressiva para a estreia nos
Jogos Olímpicos de Londres, no sábado (28/07), contra a Croácia, às 14h30 (10h30 de Brasília). Depois de chegar à capital inglesa na segunda-feira (23/07), a equipe fez, nesta terça-feira (24/07), o primeiro treino no Crystal Palace, centro de treinamento do Brasil na cidade. O último compromisso das brasileiras (Grupo A dos Jogos) antes de enfrentarem as croatas será um amistoso contra a Suécia (Grupo B) nesta quarta (25/07) (fechado para imprensa), no Mayesbrook Park, às 14h (10h de Brasília).
A ansiedade que poderia ter tomado conta da Seleção nessa reta final de preparação se transformou em foco e ainda mais vontade de vencer, embalada pelos últimos resultados conquistados. Depois do quinto lugar inédito no Mundial de São Paulo, em dezembro, a equipe comandada por Morten Soubak não perdeu nenhum dos 15 amistosos disputados no Brasil e em outros países. Os últimos foram no início do mês, contra Alemanha e Holanda. Um dos adversários derrotados foi, justamente, a Suécia, durante torneio na Turquia, em maio, quando as brasileiras levaram a melhor sobre as europeias por 37 a 22. "Amanhã, temos mais um amistoso contra a Suécia. Já vencemos anteriormente, mas é um time de qualidade e temos que ir com calma. Sabemos que temos capacidade para jogar bem com todo mundo", disse o treinador.
Com a excelente preparação, que inclui não só jogos contra equipes de ponta, mas, também, fases de treinamento no exterior, as expectativas de atletas e comissão técnica são as melhores possíveis. "Estamos evoluindo passo a passo e temos condições de brigar por um bom resultado", disse Morten Soubak. O treinador atribui essa qualidade à união e foco da Seleção. "Esse é um trabalho que vem sendo realizado há um bom tempo. O grupo é quase 100% o mesmo que foi aos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e ao Mundial", lembrou-se. "Nossa preparação foi muito boa. Conseguimos fazer, em 2011 e 2012, nossa programação de acordo com o calendário internacional. Tudo se encaixou muito bem."
Para as jogadoras, a experiência que o Brasil tem ganhado nos últimos tempos deve contar muito na disputa dos Jogos Olímpicos. "Chegamos, com certeza, com mais experiência, por conta das fases de treinamento e, também, pelo fato de quase todas jogarem na Europa e fazerem jogos muito fortes por seus clubes. Estamos tirando proveito de tudo isso", comentou a ponta Alexandra, artilheira do último Mundial com 57 gols. A capitã da equipe, a pivô Dara, destacou a vontade de vencer e de conquistar os objetivos. "Não podemos perder o foco agora. Esse é o nosso momento. Vamos buscar uma medalha. Estamos aqui com esse pensamento", completou.

 .Foto:Divulgação

 http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=42960
 
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial