ITAMAR SCHULLE É O NOVO TÉCNICO DO STO.ANDRÉ

Treinador dirigiu equipes pequenas do futebol paulista e gaúcho

 Nem Sérgio Soares, Luiz Carlos Ferreira, Fahel Júnior ou Fernando Diniz. O novo técnico do Santo André, substituto de Claudemir Peixoto, é o desconhecido nos meios do futebol paulista, o catarinense
 Itamar Schulle, 45 anos, que já trabalhou no São Carlos-SP e Votuporanga-SP, além de outros times pequenos do futebol gaúcho. Schulle teve breves passagens pelo Joinville e Figueirense.Trabalhou ainda por pouco tempo no Vale do Alto, Brusque e Juventus, todos do futebol de Santa Catarina. Itamar se demitiu por meio de acordo junto a Associação Chapecoense de Futebol no domingo (09/09) à noite, segundo site do clube.
O nome preferido do Santo André, Sérgio Soares, agradeceu a lembrança, mas não o aceitou pois “aguarda dois convites de clubes da Série B do Brasileiro”. Luiz Carlos Ferreira já está de contrato novo, mas não revelou o nome do clube, e Fernando Diniz estuda proposta de um clube do exterior. O presidente do Santo André, Ronan Maria Pinto, tentou trazer Sérgio Soares, o sonho de consumo do clube, mas não conseguiu. Ronan não foi encontrado para comentar a nova contratação de Itamar, nesta terça-feira (11/09),  porque estava em audiência pública e mais tarde teria reunião empresarial. 
Com o desligamento de Schulle do time catarinense, as partes se acertaram na segunda-feira de manhã, e o treinador será apresentado ao elenco nesta quarta-feira (12/09), às 13h30, no estádio Bruno Daniel. Junto do comandante Itamar, o seu auxiliar-técnico Gérson também chega. O novo treinador já deve acompanhar o time no jogo-treino contra o São Bernardo, nesta quarta-feira (12/09), às 15h, no estádio 1º de Maio.
Qualidades  - O diretor de Futebol do Santo André, Sérgio do Prado, falou sobre as qualidades que influenciaram para a escolha do novo treinador. “Conhecemos o trabalho de Itamar há muito tempo. Não tive dúvida nenhuma que ele seria o nome ideal para conduzir o nosso grupo e, por isso, terá todo o nosso apoio para desenvolver a sua filosofia, que é reconhecidamente de excelência”, contou. Prado também destacou os pontos positivos de Schulle. “Assim que houve a saída da comissão técnica anterior, não tínhamos dúvidas que ele seria um dos nomes visados, uma boa opção para comandar o Ramalhão”, disse Prado.

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial