TIMES VÃO GASTAR MAIS PARA SE INSCREVER NA VÁRZEA

Valor vai passar de R$ 12.440 a R$ 13.419 e pode chegar a R$ 15 mil

A partir de 2013, a inscrição de uma equipe de futebol amador junto as sete ligas oficiais do ABCD deve pesar mais no
bolso dos clubes. Como a taxa atual é calculada pelo valor do salário mínimo, o reajuste será inevitável com o aumento previsto no orçamento federal para o próximo ano. A mudança novalor do mínimo (que passará de R$ 622 a R$ 670.95) provocará um acréscimo de quase R$ 1 mil no custo da inscrição na várzea: de R$ 12.440 a R$ 13.419.

De acordo com o presidente da Liga de São Bernardo, Saul Lino, haverá em breve uma reunião com os demais cartolas das equipes do ABCD para discutir o assunto. Há cerca de 25 anos ligado ao futebol amador do município, Saul cogita até um valor maior para a taxa de inscrição: R$ 15 mil. “Não dá para baixar. O custo de 20 salários mínimos (cobrado atualmente) não intimida os clubes de forma nenhuma. Há pouco tempo tivemos propostas de inscrever cinco novos times, caso do Riacho Grande. Se você baixa surgem muitos pretendentes e aí provoca excesso de filiados e não haverá estrutura”, explica Saul.

De acordo com o mandatário, o encontro com os dirigentes vai definir uma posição oficial – ele não descarta a chance de parcelar o valor. “De qualquer forma, com o aumento salarial do mínimo, o reajuste virá, mas podemos optar por uma nova fórmula”, resume Saul.
Excesso de filiados - Os demais presidentes das Ligas entendem que o atual custo é caro, mas haverá muitos problemas se baixá-lo. O presidente da Liga de Diadema, Antonio Marcos, o Marquinhos, acredita que o ideal é manter os 20 salários mínimos. “O futebol ficou caro. Se você for inscrever um clube no profissionalismo, hoje, na Federação Paulista de Futebol, vai pagar R$ 600 mil, como fez o CAD (Clube Atlético Diadema). Mas as equipes se viram, arrumam patrocínios, fazem rifa de carro e a vida segue”, opina Marquinhos.

Lázaro de Assis Negreiros, o Lazinho, presidente da Liga de São Caetano, prefere aguardar e acompanhar os dirigentes, mas lembra que “São Caetano praticamente não tem mais vagas em função de que não há estádios distritais para atender alta demanda de jogos”.

São Bernardo, Mauá e Santo André são as três Ligas do ABCD com maior número de clubes filiados, cerca de 250. Cada uma das três organiza pelo menos dez ou mais campeonatos oficiais por temporada, desde as categorias menores até as divisões superiores: veterano e veteraníssimo. 

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial