ESTÁDIO DO BAETÃO É A NOVA CASA DO ÁGUA SANTA NA SEGUNDA DIVISÃO

Time de Diadema não mandará mais jogos no Inamar por causa da condição inapropriada do gramado, de acordo com Capitão

Por opção própria, o Água Santa mandará as partidas restantes da Segunda Divisão do Campeonato Paulista no estádio do
Baetão, em São Bernardo. A decisão foi tomada em conjunto (pela diretoria, comissão técnica e jogadores) e motivada pela condição inapropriada do gramado do Inamar, onde o Netuno apresentou sua torcida para o Estado de São Paulo – até há um mês, tinha a nona maior média de público contando todas as divisões do Estadual.

O Água jogará na nova casa na próxima rodada, no domingo (11/08), contra o Osasco. “O nosso gramado é bom, porém tem mais borracha e a bola quica muito. Nosso time joga mais com a bola no chão, com toque de bola. O Inamar favorece o adversário, que vem com atletas fortes e altos e ganha a maioria das jogadas aéreas. O Baetão (também sintético) vai ajudar nossa equipe, até porque tem dimensões maiores, o que fará que nossos rivais não consigam se defender tão bem”, opinou o gesrente de futebol do Água Santa, o ex-jogador Capitão. Em sete jogos no Inamar, o Netuno acumulou três vitórias, dois empates e duas derrotas, aproveitamento de pouco mais de 50% dos pontos.

Ainda de acordo com Capitão, a decisão vale para até o fim do campeonato. O secretário de Esportes de Diadema, Antonio Marcos, recebeu com surpresa a notícia do ABCD MAIOR, mas reconheceu que o Inamar está aquém do ideal. “O Inamar prejudica os times da cidade. O estádio todo precisa de melhoras. Se eles (Água Santa) estão optando por essa mudança de campo agora, então vamos tentar aproveitar para fazer as reformas necessárias. Vou conversar com o prefeito”, declarou Marcos.

O Água atuou no Baetão na estreia: à época, bateu o EC São Bernardo por 2 a 1. De acordo com a FPF (Federação Paulista de Futebol), a solicitação da mudança foi feita pelo próprio clube para que seja preservado o gramado do Inamar e, por meio de consulta no Departamento de Segurança e Prevenção, disse que não há relatos que impeçam a realização da partida na praça esportiva de Diadema. Está regularizada. O CAD (Clube Atlético Diadema), outro clube do município, por enquanto seguirá sediando jogos por lá. Procurado, o presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira, não retornou às ligações.
JOSEENSE
O time de São José dos Campos, que participou da A-3 nesta temporada, pediu desistência da Copa Paulista deste ano. No mesmo grupo de São Bernardo, Santo André e São Caetano, o Joseense poderia em tese abrir mais uma vaga de acesso para a terceira divisão do Paulistão da próxima temporada, caso fosse punido pela FPF. No entanto, a entidade rechaçou essa possibilidade, ao dizer que a pena se restringe apenas à Copinha. Pior para Água Santa e CAD, que seguem brigando por duas das quatro vagas – ao invés de cinco.

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial