Água Santa é derrotado e adia sonho do acesso

Diante de mais de 5 mil torcedores, Netuno perdeu para a Inter de Bebedouro por 3 a 2, porém, ainda lidera o grupo
Em jogo cheio de gols e de torcida, o Água Santa pecou em casa e perdeu por 3 a 2 para a Inter de Bebedouro, na manhã deste domingo (06/10), no estádio do Baetão, desperdiçando a chance de praticamente garantir o acesso à Série A-3. No entanto, apesar da derrota, a equipe de Diadema segue na liderança do grupo 20 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, com sete pontos, seguido pelo Cotia, com seis, Inter com quatro e Assisense com três. Na quarta-feira (09/10), o clube do ABCD vai à Assis, em confronto marcado para às 15h.
O jogo começou com a Inter de Bebedouro vencendo, já que com um minuto de jogo, Felipe Ramos bateu lateral na área, a zaga bobeou e Osny abriu o placar. Após o susto repentino, o Água fez o que sabe: colocar a bola no chão e dar velocidade ao jogo. Não demorou para Ricardinho logo acertar o travessão. A pressão era grande, mas o vacilo voltou a aparecer. Após arrancada pela esquerda de Felipe, Welker recebeu cruzamento e ampliou para os visitantes. Rafael Martins acertou novamente a trave da Inter, mas a bola teimava em não entrar.
O time do interior recuou, passou a jogar atrás da linha da bola e acertou duas linhas defensivas para suportar a pressão do time de Diadema, que foi grande e ficou somente no quase. Antes do fim da primeira etapa ainda houve tempo para uma confusão no meio-campo, repleta de empurra-empurra e turma do "deixa disso".
A ansiedade era visível no Água Santa após voltar dos vestiários. O técnico Márcio Ribeiro tirou Rafael Mineiro, colocando Marcelinho em campo, aumentando o poderio ofensivo e as jogadas pelas laterais. No aumento do volume de jogo, o Netuno tentava assustar e diminuir o placar. Se estava difícil entrar na barreira montada pela Inter, o experiente meia Ricardinho achou espaço de fora da área e acertou o ângulo de William. A pressão aumentou, ajudada pela força das arquibancadas lotadas com mais de 5 mil torcedores. Porém, veio o duro golpe. Em contra-ataque, Mateus partiu em velocidade e não perdoou. Sem tempo para sentir o gol levado, o Água diminuiu em seguida, após cruzamento da direita e desvio do centroavante Danilo.
Lucas Limão, recuperado de contusão, substituiu Rafael Martins na última tentativa de empate. O que não faltava eram finalizações, de todos os tipos, no entanto mal aproveitadas até o apito final. Danilo chegou a acertar a trave nos minutos finais, mas Sigmar, no rebote, jogou para longe a bola e a esperança.

"Pela nossa força em casa achamos que a vitória viria naturalmente e erramos. Essa derrota serve de lição para entrarmos mais ligados no próximo jogo", disse o atacante Danilo.

http://www.abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=54229
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial