Tigre deixará de ser pequeno com título e vaga na Série D, diz dirigente

São Bernardo está na final da Copa Paulista e agora reencontrará um velho conhecido na disputa por um lugar na Copa do Brasil

O planejamento para 2014 passa por um final feliz nesta temporada. Este é o pensamento do São Bernardo, que chegou à final da Copa Paulista após empatar por 1 a 1 com o 15 de Piracicaba no Primeiro de Maio, domingo (10/11), e agora só pensa na decisão contra o Audax nos dois próximos domingos (17 e 24/11), com o primeiro jogo em São Paulo e o segundo no estádio Primeiro de Maio.
Se conquistar a taça, o Tigre ganhará vaga na Copa do Brasil do ano que vem, que seria o primeiro objetivo. Entretanto, o principal foco será brigar pela Série D do Campeonato Brasileiro por meio do Paulistão.

“Para você deixar de ser um clube pequeno precisa disputar uma série do Brasileiro. Assim o São Bernardo poderá ser um time médio, portanto, precisamos continuar bem a campanha na Copa Paulista, trazer reforços e trabalhar totalmente para conseguir o ranking no Paulista, conquistando um lugar na Série D”, planeja o presidente Luiz Fernando Teixeira.

O primeiro passo para a realização da grande meta passa pelos jogos com o Audax. O confronto traz enorme equilíbrio entre as equipes, com três vitórias para cada lado e oito empates. Os encontros tiveram início em 2009, justamente na Copa Paulista, ainda quando o Audax se chamava Pão de Açúcar. Logo no primeiro confronto, vitória do Tigre por 2 a 0, com um gol do volante Zé Forte, ainda no clube. No ano seguinte apenas empates pela Copinha e Série A-2 do Paulista, e exatamente um destes garantiu ao São Bernardo o primeiro acesso à Série A-1.

Houve igualdade de vitórias em 2011. No ano passado, vantagem do rival da Capital. Neste ano, pela própria Copa Paulista, vitória do time do ABCD logo na estreia da competição por 1 a 0, gol de Bruno Gonçalves, fora de casa, e empate sem gols no Primeiro de Maio.

“Iniciamos a Copa Paulista com dois objetivos, a vaga para a Copa do Brasil e a montagem da base para o Paulistão. O primeiro foi alcançado, formamos a base para 2014, agora a conquista de um lugar para a Copa do Brasil é o mais importante”, destacou o técnico Edson Boaro, que pode levar o Tigre ao segundo título em sua curta história.

“Conseguindo a vaga para a Copa do Brasil, o São Bernardo estará no caminho certo para fazer um bom Paulistão”, concorda o atacante Gil, um dos artilheiros da Copinha.

Do outro lado, o atacante Diego do Audax, espera que o equilíbrio do duelo seja mantido. “Vai ser um jogo bastante difícil, assim como os dois anteriores. Vamos trabalhar para vencer e quem sabe eu também seja o autor do primeiro gol contra o São Bernardo este ano”, concluiu.

Bady não banca volta, mas presidente garante meia

Não há dúvidas sobre a qualidade do meia Bady, hoje no América/MG, mas que pertence ao São Bernardo e é esperado com entusiasmo para o Campeonato Paulista. A camisa 10 do Tigre está guardada para ele. O atleta esteve em campo na última terça-feira (05/11) pelo time mineiro, que jogou com o São Caetano por mais uma rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, só que não assegurou o retorno ao São Bernardo após o fim da partida.

“Tenho contrato (até 2016), mas só vamos conversar após o fim da Série B. Estou muito feliz em desempenhar o meu futebol no América e a visibilidade da competição é muito boa, mas quero me manter focado. Quando acabar os jogos vou pensar nisso”, despistou. O armador é um dos grandes nomes do América, que ainda luta por uma vaga na divisão de elite.

Apesar de fazer mistério sobre o futuro, Bady concorda que jogar a Série A-1 de São Paulo é melhor do que disputar o estadual de Minas Gerais. “Com certeza o Campeonato Paulista é a maior competição estadual do País e isso traz grande visibilidade. Mas, como disse, só quero falar disso após acabar a Série B e sentarmos para conversar”, resumiu. Bady foi recepcionado por funcionários e atletas do São Bernardo depois do duelo no Anacleto, casos de Daniel, Zé Forte e Judson, dada à importância que desfruta no Tigre.

“Tenho muito a agradecer ao São Bernardo e à grande torcida que sempre me apoiou. Tive ótimos momentos pelo clube e vamos ver o que vai acontecer após a Série B”, repetiu.

Na contramão do atleta, que ainda não definiu sua volta, o presidente do Tigre, Luiz Fernando Teixeira, tranquilizou a torcida. “Os torcedores podem ficar tranquilos que o Bady estará de volta, assim como Wilson Junior e o Diogo Acosta. Não vamos negociá-los, somente se for após o Paulista. Além destes três estamos contratando de oito a dez jogadores, todos da Série B do Campeonato Brasileiro, alguns já estão inclusive fechados”, revelou. 

http://www.abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=55118
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial