ABCD AINDA SONHA COM PARTICIPAÇÃO NA COPA DO MUNDO

Após sorteio, São Bernardo prepara material que será enviado ao Comitê Organizador e às seleções 

Feito o sorteio dos grupos e locais dos jogos da 1ª fase da Copa do Mundo (veja quadro abaixo), as seleções agora escolhem - ou anunciam - as cidades em que pretendem se concentrar e treinar para o
Mundial. Não há nada oficial, mas já se sabe que mais de uma dezena de participantes (são 32 ao todo) já fecharam com suas casas provisórias. São Bernardo e São Caetano, duas das opções dos gringos, ainda não foram lembradas e o tempo está se esgotando. As delegações têm até o dia 18 de dezembro para indicar um estádio, podendo confirmar presença em 30 de janeiro (data limite).
São Bernardo desponta com mais força nessa parada e prepara uma ação para atrair os países de fora. Na segunda-feira (09/12), haverá reunião para concluir um material que será mandado ao Comitê Paulista e às seleções sobre o andamento das obras internas (de vestiário, sala de imprensa, entre outros itens) no estádio Primeiro de Maio – centro de treinamento inscrito – e os prós da candidatura. 
“Estávamos dependendo do sorteio para reformular e terminar esse documento, que devemos enviar aos países que jogarão mais próximos de São Paulo”, adiantou o secretário de Esporte e Lazer, José Alexandre Devesa. O responsável pela Pasta assegurou que o Comitê Paulista da Copa não informou nada a respeito de qualquer delegação interessada em conhecer ou se hospedar em São Bernardo. “Não temos nenhuma visita agendada.”
França, México, Grécia e Costa do Marfim, as quatro classificadas para o Mundial, visitaram o município em alguma oportunidade, mas depois não deram mais notícia. A França é o país que atuará mais próximo a São Bernardo, fazendo uma partida no Rio de Janeiro e outra no Rio Grande do Sul na 1ª fase. No entanto, informações extraoficiais dão conta de que os europeus irão ficar em Ribeirão Preto. 
São Caetano
A estratégia do novo secretário de Esporte e Turismo de São Caetano, Éder Xavier, é ter a ajuda do ex-prefeito e atual secretário estadual de Esporte, José Auricchio Júnior, para colocar a cidade do ABCD na Copa do Mundo. “Estamos na parada, mas o tempo é curto. Vamos tentar conversar com o Auricchio, quem sabe nos dê uma ajuda”, espera Xavier.
“Temos R$ 6 milhões para reformar o Anacleto Campanella, mas para deixar o estádio com padrão Fifa era preciso gastar algo próximo a R$ 70 milhões. Temos deficiências”, reconheceu, sem muitas esperanças.
Sorte na 1ª fase
Nada de Holanda, Inglaterra, Itália e França. A seleção brasileira escapou desses quatro rivais de peso na 1ª fase, mas pode ter pela frente uma das duas finalistas da última Copa do Mundo nas oitavas de final: Espanha (campeã) e Holanda (vice), que vão encontrar o grupo do Brasil no mata-mata.
A equipe comandada por Felipão caiu na chave A e fará o jogo de abertura do Mundial contra a Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. Enfrentará o México na sequência, no Castelão, em Fortaleza, e fecha a participação nessa etapa inicial em Brasília, palco do duelo com Camarões.
Aquela que mais se aproxima da alcunha de a chave da morte é o D, encabeçada pelo Uruguai e preenchida por Inglaterra e Itália, duas campeãs, além da Costa Rica. Outro grupo que chama atenção é o G, formado por Alemanha, Portugal, Gana e Estados Unidos. 



Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial