GOLEIRO DEFENDE PÊNALTI E RAMALHÃO EMPATA COM DEZ

Elvis foi expulso, mas Santo André se segurou bem e continua invicto na Série A-2; Azulão perde mais uma

Com um a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo, por conta da expulsão de Elvis, o Santo André se
aguentou bravamente e não foi nesta quarta-feira (05/02) que perdeu um jogo em 2014, arrancando um 0 a 0 com o Velo Clube, em Rio Claro, pela Série A-2 do Campeonato Paulista. O Ramalhão está entre os quatro primeiros – grupo dos que sobem à divisão de elite – com oito pontos, junto ao próprio Velo Clube, o Monte Azul e o Red Bull, que é o quinto. O São Bento lidera com um ponto à frente. O próximo compromisso é contra a Ferroviária, às 16h, no sábado (08/02).
As primeiras quatro partidas foram animadoras e trouxeram consigo números expressivos: o time do ABCD ainda não tomou gols e está invicto.
O técnico Roberto Fonseca fez duas alterações no Ramalhão que iniciou o duelo no Interior. Diogo Orlando, machucado, deu lugar ao garoto Jean, voluntarioso e de forte marcação. Michael foi para o banco, substituído por Elvis, que cadencia mais o jogo. Apesar da tendência de os visitantes marcarem atrás e apostarem nos contra-ataques, não foi bem o que se viu na primeira etapa. O Santo André assustava mais do que o Velo Clube com boa troca de passes e finalizações.
Elvis não soube aproveitar a chance apresentada por Fonseca. Com dois amarelos em meia hora de bola rolando, acabou expulso. No lance seguinte, Léo Souza foi derrubado por Rhayan na área e o pênalti foi marcado. A revolta dos jogadores andreenses aumentou ainda mais. Para sorte ramalhina, Leleco bateu e Saulo fez grande defesa. Müller Fernandes, amarelado na confusão, saiu para a entrada de Ramalho, pouco antes do intervalo.
Para a volta na etapa final, o treinador andreense formou duas linhas de quatro e deixou apenas Nunes mais à frente. Mais do que nunca, passou a tirar espaços do Velo Clube e apostou em um erro para tentar algo lá na frente. Gian entrou na vaga de Renato Peixe reforçando a marcação no meio-campo. Aguentando a pressão, Fonseca ainda tirou Nunes para colocar Vandinho, a única esperança de ataque. Porém, foi Jean quem acertou belo chute na trave do goleiro Moisés. Mais calmo e bem postado em campo, o Ramalhão se segurou e garantiu um importante ponto com dez atletas.
DECEPÇÃO
Quando parecia que ia melhorar, o São Caetano voltou a decepcionar. Em Bragança Paulista, o Azulão acabou derrotado por 2 a 0 pelo Guarani, gols de Fumagalli e Gustavo Bastos, e está novamente na zona de rebaixamento da Série A-2. O São Caetano não aguentou a força do Bugre e logo no primeiro tempo tomou os dois gols. Agora, com três derrotas e uma vitória, o time do ABCD é apenas o 17º colocado. 

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=56890

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial