EM JOGO MALUCO, TIGRE LEVA CINCO GOLS E ARRANCA EMPATE FRUSTRANTE

São Bernardo sofre pane no segundo tempo, toma quatro gols em 13 minutos e desperdiça chance de encostar na Ponte Preta

 São Bernardo e Rio Claro fizeram uma pelada de luxo (com árbitros e câmeras) na noite desta quarta-feira (05/03), no estádio Primeiro de Maio, tamanha a desorganização das
equipes em campo e a facilidade dos ataques. A rede balançava e, na saída de bola, alguém comemorava mais um gol - sem exageros. O 5 a 5, bonito para quem viu de fora, deixa o Tigre distante da classificação ao mata-mata do Campeonato Paulista e da Série D do Brasileiro.
A três rodadas do fim da primeira fase, o time do ABCD é o terceiro colocado do grupo C, dois pontos atrás da Ponte Preta - que perdeu para o Bragantino. Mas poderia ter sido melhor, apesar de o São Bernardo conseguir o empate com um jogador a menos.
Dois gols em dois minutos. Aos sete, o lateral-esquerdo Eduardo cobrou com perfeição falta no ângulo: 1 a 0. Poucos segundos depois da saída de bola do Rio Claro, os mandantes recuperaram a bola, o atacante Careca avançou com a bola e achou Marino sozinho dentro da área, que marcou o segundo.
Sabe aquela nomenclatura batida dos comentaristas de futebol? Jogo morno? Pois ela não existiu no Primeiro de Maio. O Tigre quase ampliou, mas quem colocou a bola nas redes na sequência foi o Rio Claro. Rafael Costa diminuiu o prejuízo para os visitantes, após concluir lance de bola parada e contar com desvio na zaga do São Bernardo.
Rápido nos contragolpes, os donos da casa fizeram o terceiro. Bombinha ajeitou e Bady bateu com categoria no canto.
O lance capital para a mudança radical veio aos 44 minutos, quando Dudu levou o segundo cartão amarelo e deixou o time da Região com um a menos. Estranhamente, no entanto, o técnico Edson Boaro não mexeu na equipe, deixando as coisas do jeito que estavam, sem nenhum atleta com característica de marcação forte no meio de campo.
Daí veio o desastre no começo do segundo tempo. Os visitantes marcaram quatro gols em 13 minutos, duas vezes com André Luiz, uma com Léo Costa e outra com Robson. Ninguém do São Bernardo combatia no meio e explodia tudo na defesa. Apesar de emocionante, a partida mostrou o total despreparo das equipes na parte tática.
Quando o jogo parecia definido, 5 a 3 Rio Claro e o Tigre com um a menos, eis que os mandantes renasceram com um gol de Careca. E, aos 37 minutos, Márcio Diogo – que havia acabado de entrar - igualou tudo.
O São Bernardo ainda quase virou, mas não seria merecido pelo que não fez no segundo tempo. E assim terminou o confronto com mais gols até aqui no Paulistão.

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=57525

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial