PALMEIRAS AJUDA, MAS TIGRE PERDE E ESTÁ ELIMINADO DO PAULISTÃO

São Bernardo terá de esperar mais um ano para jogar o Campeonato Brasileiro

Não será em 2014, o décimo de sua história, que o São Bernardo jogará o
Campeonato Brasileiro pela primeira vez. A classificação estava ligada à campanha no Paulistão, mas o Tigre precisava  terminar a 1ª fase entre os dois primeiros do grupo C. Não conseguiu e soltou o último suspiro neste sábado (15/03), após cair para o Bragantino por 2 a 1 no Interior.
O time do ABCD entrou animado em campo porque a Ponte Preta, rival direta pela classificação ao mata mata e também pedra no caminho por um lugar na Série D do Brasileiro, foi derrotada pelo Palmeiras e não somou nenhum ponto. Uma vitória do São Bernardo levaria a decisão para a última rodada, com um ponto de frente da Macaca. Mas a conta não se confirmou.
Agora, o Tigre concentra a atenção para a Copa do Brasil. Na quinta-feira (20/03), a equipe aurinegra já recebe o Paraná no duelo de ida da 1ª fase. Se perder por dois gols de diferença, acumulará outra eliminação e terá um segundo semestre sem muitas emoções, como é comum com os clubes tidos como pequenos. A outra competição do ano é a inexpressiva Copa Paulista, da qual o São Bernardo é o atual campeão.
A tendência é que a diretoria comece a se planejar para 2015, trabalhando para segurar ou dispensar atletas que não tenham agradado no Estadual. Uma fatia considerável do elenco está com contrato  no fim.
O jogo
Sem Bady, lesionado de acordo com a comissão técnica, o São Bernardo foi escalado com Jean Carlos na armação e Gil no ataque ao lado de Careca. De resto, os nomes de sempre. 
Como é habitual nos jogos do Bragantino em casa, a partida correu amarrada no primeiro tempo, com o Tigre ficando mais com a posse de bola e os mandantes exercendo forte marcação. Apesar do domínio da redonda por parte do time do ABCD, Dudu levou um amarelo logo no início do confronto e não aliviou depois, insistindo em fazer faltas. O técnico Edson Boaro não quis esperar pelo pior e colocou Daniel Pereira em seu lugar, aos 21 minutos.
Maior talento em campo, Gil era quem destoava dos demais e protagonizou o principal lance do primeiro tempo até então, com 30 de jogo. Driblou dois adversários pelo lado direito e chutou em direção ao gol. No rebote do próprio chute, deu um voleio de fora da área e exigiu bela defesa do goleiro Rafael.
No entanto, quando a partida estava nos acréscimos e o intervalo próximo, o Tigre se desconcentrou na marcação, o Bragantino entrou na área tocando a bola e Gustavo, com liberdade, chutou no canto esquerdo de Wilson Júnior: 1 a 0.
Aí o duelo mudou de vez. Boaro tirou o volante Edson, assumidamente com um problema físico, e optou pela entrada de Erick Flores. Mas nem houve tempo de testar se a alteração vingou ou não. Depois de cobrança de escanteio, Yago fez o segundo do Braga de cabeça. Para sacramentar a noite triste do São Bernardo, Flores deu um carrinho por trás e acabou punido com o cartão vermelho.
O único que apagou um pouco a tristeza foi Careca, que acertou uma bomba de canhota e descontou aos 40 minutos, fazendo o gol de honra.
"Deixamos a desejar em casa no campeonato, empatamos duas vezes (referindo-se aos jogos contra Rio Claro e Mogi Mirim)", lamentou o volante Marino em entrevista ao Sportv. 
A equipe da Região apenas cumpre tabela no próximo domingo (23/03), quando enfrentará o Oeste no estádio Primeiro de Maio.

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=57782

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial