TRUNCADO, CLÁSSICO ENTRE TIGRE E RAMALHÃO NÃO SAI DO ZERO

                     No Primeiro de Maio, São Bernardo fez ponto para se manter na liderança, enquanto Santo André é o vice

O clássico do ABCD desta vez não reservou emoção. Diferente do primeiro jogo, ainda pelo início da
Copa Paulista, São Bernardo e Santo André empataram por 0 a 0 o dérbi na noite desta quarta-feira (03/09), no estádio Primeiro de Maio, em duelo válido pelo returno do grupo 03. O Tigre segue na liderança com 19 pontos, acompanhado de perto pelo próprio Ramalhão, com dois a menos, ambos próximos da classificação à próxima fase. O ataque do time aurinegro, o melhor da competição, não funcionou de novo contra o rival.
O Santo André escolheu pressionar a saída de bola do Tigre no começo da partida, e trocar passes em busca do gol. Conseguiu por alguns minutos executar bem a ideia, mas logo sucumbiu à posse de bola dos mandantes. Com volume de jogo, sempre comandados pelo meia Jean Carlos, o São Bernardo cresceu e passou a arriscar os chutes de longa distância, principalmente com o centroavante Henan, artilheiro da Copinha.
Na pressão, quase fez após escanteio, mas Paulo Otávio tirou em cima da linha. Aos poucos, o Santo André encaixou a marcação, diminuiu os espaços e o jogo ganhou certa morosidade, salvo algumas discussões entre os atletas que esquentaram o clima.
No intervalo, o técnico Ivan Izzo mudou a armação do time andreense tirando Renatinho para colocar o experiente Michael Silva, querendo mais o controle da bola. Porém, a tentativa surtiu pouco efeito na qualidade de jogo, ao menos a posse passou a ficar dividida. Não contente, Izzo tirou o outro meia, Michael, e colocou o centroavante Giancarlo, buscando uma referência, e soltou mais Muller Fernandes pelos lados.
Atento ao colega de profissão, o técnico Edson Boaro resolveu mexer também no Tigre, substituindo o meia Fellipe Mateus pelo atacante Walterson, que em seu primeiro lance quase marcou. A partida ganhou mais velocidade e espaço, nada que aumentasse o resultado individual dos atletas. Hércules entrou no lugar de Jean Carlos, e Bruno Gonçalves no lugar de Henan pelo Tigre, na última esperança de melhorar o ataque. Walterson, o melhor em campo, por pouco não tirou o zero do placar, mas nada feito, o Ramalhão segurou o melhor ataque da competição e continua invicto diante do adversário. 

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=61533
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial