ESTREANTE DECIDE E RAMALHÃO RESPIRA NA COPA PAULISTA


Santo André derrotou o Red Bull no Anacleto com gol de garoto formado nas categorias de base

Na falta do craque Rodriguinho, coube ao estreante Pedro, seu substituto, dar ao Santo André a primeira vitória na
segunda fase da Copa Paulista. O atacante marcou o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull no estádio Anacleto Campanella.
O time do ABCD ganhou uma nova esperança no torneio. Agora ocupa a terceira posição do grupo 5, um ponto atrás do Red Bull. Os dois primeiros da chave se classificam às quartas de final. No próximo domingo (12/10), o Santo André joga contra o mesmo adversário em Campinas. 
Nesta terça-feira (7/10), em um estádio quase vazio, o Santo André entrou em campo mais uma vez sem o atacante Rodriguinho – se recuperando de uma lesão. O técnico Ivan Izzo, então, optou por Pedro, oriundo das categorias de base e que não havia feito uma partida sequer na Copinha. 
Na primeira parte do jogo, o Ramalhão correu riscos. A chance mais concreta de gol foi dos visitantes, com Rafinha, que se aproveitou de erro do zagueiro Jonas e saiu na cara do gol. Bem posicionado, o goleiro Neto agarrou a bola. 
No restante do tempo, os anfitriões não abriram mão do seu modelo de jogo tradicional: ficar com a posse de bola e tentar o gol por meio da troca de passes. Faltou, no entanto, acertar os passes com frequência e qualidade dos jogadores andreenses, mas vale mencionar que o gramado do Anacleto Campanella não se encontra em boas condições. 
Ainda assim, o Santo André quase fez a festa dos poucos torcedores (413 ao todo) duas vezes, as duas em lances do lateral-direito Jean. Aos 33 minutos, ele deixou Müller Fernandes na cara do gol. O artilheiro não conseguiu tirar a bola do goleiro Kewin, sendo desarmado. Logo na sequência, Jean cruzou e Müller não alcançou a bola. 
Segundo tempo - O Ramalhão voltou do vestiário inspirado e fez um grande segundo tempo. Com Dudu no lugar de André Bilinha, a equipe adiantou a marcação e não deu respiro ao Red Bull, que sofreu muito para sair jogando. 
O resultado apareceu aos dez minutos, quando o lateral-esquerdo Paulo Otavio encontrou Pedro na pequena área. Com tranquilidade, o estreante do dia desviou de cabeça para as redes: 1 a 0.
Depois do gol, o que se viu foi uma sequência de contra-ataques perigosos do Santo André, todos desperdiçados pela bobeada no famoso último passe.
A situação ficou melhor com a expulsão de Mayaro, do Red Bull.
O herói - De poucas palavras, Pedro revelou que recebeu apoios do treinador e de Rodriguinho, vetado nos vestiários. "Foi uma surpresa pra mim ser escalado, ele sentiu a lesão e fui escolhido. Eu não imaginava fazer o gol, apenas ajudar. Mas tive uma conversa com o Ivan e o Rodriguinho, eles me passaram tranquilidade", contou o garoto de 20 anos, que está há um ano no clube.
"Tenho trabalhado em conjunto com o pessoal da base, tenho observado os meninos em treinos e jogos. É um momento de pressão, o jogador tem que estar preparado e aparecer nessas situações. Agora ele tem que dar sequência", elogiou e já cobrou Izzo.  

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=62224

Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial