Alex Silva é afastado por briga e problemas com elenco

Zagueiro passou a treinar separadamente e não veste mais a camisa do São Bernardo
 
O ressurgimento tão esperado do zagueiro Alex Silva, desta vez no São Bernardo, não aconteceu da forma

esperada. Após apenas dois jogos como titular do Tigre, o atleta acabou entrando em conflito com a torcida após a derrota para o Audax por 3 a 0 na última sexta-feira (27/02) e por este motivo está afastado oficialmente do elenco.
"O motivo para o afastamento do Alex foi a briga com os torcedores após o jogo contra o Audax. Ele tentou agredir os torcedores e acabou expondo todo o elenco, o clube e todos nós. Isso é inadmíssivel. Já está treinando separadamente, até arrumar outro clube", explicou o presidente, Luiz Fernando Teixeira.
Além da discussão com a torcida, outro problema acabou com a passagem do atleta pelo Tigre. Após o jogo contra o Audax, a diretoria do clube fez uma extensa reunião com todo elenco e funcionários para descobrir possíveis problemas, e acharam. Segundo os jogadores, Alex Silva "rachava" o grupo, criando atrito entre parte do elenco.
"Tivemos uma conversa muito pesada com os atletas, cobramos uma mudança de postura. Neste papo ficamos sabendo dessa questão do Alex e sanamos o problema. Acredito que o clima tenha melhorado e vamos de outra forma para o jogo contra o São Bento."
Outro que saiu em maus lençóis após o jogo contra o Audax foi o meia Cañete, substituído ainda no primeiro tempo e que não fez questão de esconder a satisfação. O argentino foi cobrado pela atitude em frente a todo o grupo e prometeu mudanças. "O Cañete foi cobrado na frente de todos e mostramos que o São Bernardo é muito maior que qualquer jogador. Falamos que se não mudasse, poderia voltar para o São Paulo no dia seguinte. Ele se comprometeu a dar o sangue e é isso que esperamos", contou o mandatário. 
Além destes problemas pontuais, Luiz Fernando ainda justificou o atual momento da equipe pela série de lesões que atrapalharam a preparação do elenco. "O time que montamos e que seria o titular, o que treinou na pré-temporada, nunca entrou em campo. Muitas lesões atrapalharam o nosso planejamento, mas ainda confio em conquistar a vaga na Série D do Brasileiro", definiu.

Boaro fica
Além de expor a situação do elenco, Luiz Fernando ainda reiterou a permanência do treinador Edson Boaro no comando técnico da equipe. "Por todos estes problemas que passamos, não podemos culpar o treinador. O trabalho é bem feito, mas claro que os resultados precisam aparecer. Por mim, o Boaro fica eternamente porque é compromissado com o São Bernardo. Não podemos ligar para o que a torcida pensa", disse.

Fonte:  http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=65055
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial