Azulão volta a vencer no Interior e permanece na briga pelo acesso

São Caetano despachou o Catanduvense e se iguala ao Água, mas está atrás na tabela de classificação
 
Nesta Série A-2 do Campeonato Paulista, jogar fora de casa é quase sinônimo de
vitória para o São Caetano. E não foi diferente na noite deste sábado (18/04), quando o Azulão derrotou o Catanduvense por 1 a 0 no Interior e se reabilitou no Estadual, mostrando que vai brigar pelo acesso nas duas últimas rodadas.
O time do ABCD ocupa a quinta posição, com os mesmos 32 pontos do Água Santa, mas está atrás na classificação porque tem uma vitória a menos – 10 contra 9. Para não perder o posto atual ao fim da rodada, o São Caetano precisa torcer para que o rival Santo André não seja batido pelo Mirassol no domingo, caso contrário cairá para sexto e ficará mais distante da divisão de elite.
No dia 27 de abril (segunda-feira), o grupo dirigido pelo técnico Luís Carlos Martins recebe a Ferroviária, líder e já garantida na A-1, e será obrigado a dar um basta no retrospecto ruim no Anacleto Campanella para ir vivo à última rodada.
No jogo deste sábado, o Azulão teve o retorno do atacante Diogo Acosta, artilheiro da A-2. O camisa 9, no entanto, não esteve em uma noite feliz e perdeu três chances claras de gols.
A primeira foi aos 10 minutos, quando saiu na cara do gol e chutou de esquerda em cima do goleiro Jaison. Na sequência, ele foi novamente lançado e derrubado por Alegre dentro da área, o que resultou em pênalti para o São Caetano. Na batida, Acosta deslocou o goleiro, fez o 12º gol na competição e o único da partida.
Mas, pelas falhas na finalização do atacante, o São Caetano sofreu sufoco nos minutos finais, mesmo contra um adversário fraco.
No primeiro tempo, os visitantes ficaram com a bola quase o tempo todo e, por consequência, o goleiro Saulo, do Azulão, não fez sequer uma defesa. O time do ABCD poderia ter resolvido a parada rapidamente, mas pecou nos passes e parou no goleiro.
O panorama mudou um pouco no segundo tempo. Apesar de ter perdido gols no contra-ataques – e não foram poucos -, sendo dois com Diogo Acosta, o São Caetano não conseguiu controlar o ímpeto ofensivo do Catanduvense, que poderia ter empatado.

Fonte:  http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=65933
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial