Após acidente, Federação Paulista dá esperança ao Água Santa

Presidente aprova arquibancada tubular e diz que entidade se esforçará para que Netuno jogue a A-1


O presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, reacendeu a esperança do
Água Santa em jogar a Série A-1 do Campeonato Paulista em 2016. Mesmo depois do desmoronamento de parte da arquibancada do estádio do Inamar, o dirigente não descartou a presença do Netuno na elite e disse que fará todo o esforço para que o direito conquistado no campo seja respeitado.
“O princípio da Federação é que o direito do campo de jogo permaneça. Faremos todo o esforço para que o Água tenha o acesso, dentro de um contexto correto e com tudo (exigências) sendo respeitado. Estamos tomando cuidado para ser justos na decisão”, disse Bastos, em entrevista nesta segunda-feira (09/11) na sede da Federação. “Respeitamos o investimento que eles têm feito no estádio”, completou.

A entidade havia prometido dar uma posição final sobre a permanência ou não do time do ABCD na quarta-feira (11/11), mas o prazo pode ser prolongado após o desabamento do setor central. “Não sei se resolvemos a questão na quarta-feira, mas estará definido rapidamente de forma justa e legal. Sou apenas um porta-voz, a decisão tem que ser técnica com a opinião de especialistas em cada área, que nos ofereçam informações”, explicou o dirigente, que mais de uma vez repetiu a palavra “justo”.
Entretanto, a menos de três meses para o início do Paulistão, as obras no Inamar estão paralisadas. Nesta segunda, peritos do IC (Instituto de Criminalística) começaram a apurar as causas da queda de estrutura onde estava sendo levantada a área mais nobre do estádio, com camarotes e setor de imprensa – para acomodar cerca de duas mil pessoas.
Com o prazo reduzido, o Água Santa não desistiu de ter o Inamar e agora aposta em arquibancadas tubulares, usadas geralmente em shows. “Só não pode ser provisória, tem que ser fixa”, aprovou Reinaldo Bastos, dando outra injeção de ânimo ao Netuno.
Conforme a reportagem apurou, o trabalho da perícia prossegue por mais um dia e o entulho sequer pode ser retirado. Também não há previsão para a retomada das obras. Em meio a palavras otimistas da Federação Paulista, a notícia negativa é que o Água Santa tem a obrigação de mandar o primeiro jogo no Inamar, sem negociação.

Investigação aberta

O 4º DP de Diadema instaurou inquérito para apurar os responsáveis pelo acidente e, conforme o delegado Miguel Ferreira da Silva revelou à reportagem, a empresa responsável pela obra e o presidente do Água, Paulo Sirqueira, serão intimados a depor. A Defesa Civil, por meio da assessoria de imprensa, informou que manteve a interdição de 12 casas no entorno do estádio como medida de prevenção.

Fonte:  http://www.abcdmaior.com.br/materias/esportes/apos-acidente-federacao-paulista-da-esperanca-ao-agua-santa
Share on Google Plus

Sobre Breno Junior

Lado a Lado com o esporte do Grande ABC. Amante e entusiasta do Esporte no interior do ABCDM.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial